Tamanho do texto

O Tesouro vendeu cerca de 554 milhões de ações da AIG numa oferta pública, a US$ 32,50 por ação, totalizando US$ 18 bilhões

Agência Estado

O Departamento do Tesouro dos EUA vendeu na segunda-feira uma grande participação na seguradora AIG, abrindo mão do controle da empresa que em 2008 quase levou o sistema financeiro a um colapso antes de ser resgatada por Washington, segundo o jornal The Wall Street Journal.

A venda é considerada um feito para o governo norte-americano, que recuperou todos os custos de seu maior pacote de ajuda após o resgate da AIG atrair críticas tanto da esquerda quanto da direita.

O Tesouro vendeu cerca de 554 milhões de ações da AIG numa oferta pública, a US$ 32,50 por ação, totalizando US$ 18 bilhões, na quinta maior oferta subsequente global de ações desde a crise financeira.

A operação de ontem foi também a quinta venda de ações da AIG pelo Tesouro desde o início do ano e reduziu a participação do governo dos EUA na empresa para cerca de 22%, de 92% no começo de 2011.

O preço estipulado ficou acima do custo de US$ 28,73 por ação do governo, o que significa que os contribuintes terão lucro com a venda.

A AIG em si comprou US$ 5 bilhões em ações, enquanto o restante foi adquirido principalmente por investidores institucionais. As informações são da Dow Jones.