Tamanho do texto

Plano de compensação a empresas prejudicadas pode atingir US$ 62 milhões

Reuters

A Nasdaq OMX prevê que reguladores dos Estados Unidos vão deliberar no quarto trimestre sobre o plano de compensação de US$ 62 milhões da operadora para as companhias prejudicadas na polêmica oferta pública inicial de ações do Facebook, disse nesta segunda-feira o vice-presidente financeiro da empresa, Lee Shavel.

Painel em Nova York alerta para queda das ações do Facebook
Mario Tama/Getty Images
Painel em Nova York alerta para queda das ações do Facebook


Shavel disse que a Nasdaq manteve o plano apesar de algumas críticas que chegaram à Securities and Exchange Commission de que o valor não seria suficiente.

O vice-presidente afirmou que a companhia tem "fortes defesas legais e factuais" no que diz respeito a qualquer litígio associado ao IPO de 18 de maio.

(Por John McCrank)


    Leia tudo sobre: facebook