Tamanho do texto

Para comitê de orientações ao mercado, sustentabilidade mitiga riscos e cria oportunidades de negócios às companhias

Agência Estado

As companhias de capital aberto devem ser transparentes sobre o compromisso socioambiental de suas ações e estratégias, e divulgá-las junto com relatórios econômicos. Esta é a recomendação do Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado (Codim), no Pronunciamento Número 14, que trata de sustentabilidade.

Os relatores do pronunciamento destacam que a divulgação deve estar integrada às informações econômicas da companhia, principalmente no relatório anual, seguindo diretrizes de instituições como a GRI (Global Reporting Initiative), IR (Integrated Reporting), IIRC (International Integrated Reporting Council), e o Guia de Sustentabilidade Novo Valor da BM&FBovespa.

Além disso, também é recomendada a divulgação das informações por meio de sites específicos, bem como a utilização de auditoria externa. "A importância de se divulgar informações relacionadas à sustentabilidade reside no fato de que essa questão contribui para a mitigação de riscos e cria uma série de oportunidades de negócios, tornando-se um diferencial nas companhias", afirma, por meio de nota, Geraldo Soares, vice-presidente do conselho de administração do Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (Ibri), parceiro do Codim no pronunciamento.

O comitê lembra que o comprometimento dos executivos e dos conselheiros de administração é essencial para o aprimoramento da cultura empresarial. (Equipe AE)