Tamanho do texto

No início dos negócios, o petróleo para outubro na Nymex subia 0,38%, para US$ 86,84 o barril, e o brent para outubro avançava 0,28% na ICE, para US$ 116,10 o barril

Agência Estado

Os contratos futuros de petróleo operam em alta enquanto os investidores se mostram otimistas com a possibilidade de os bancos centrais globais tomarem mais medidas para estimular o crescimento da economia global. "Há uma esperança crescente de que veremos alguma ação novamente dos bancos centrais da China, da Europa e dos EUA", comentou Ole Hansen, diretor de estratégia com commodities do dinamarquês Saxo Bank.

Na segunda-feira, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, indicou durante uma reunião como a instituição daria suporte para os países mais endividados da zona do euro. Os comentários alimentaram expectativas de que o BCE vai anunciar medidas concretas para ajudar a Espanha e a Itália após a reunião de política monetária de quinta-feira.

Se o BCE comprar bônus soberanos com vencimento de dois ou três anos, isso pode melhorar a estabilidade da zona do euro, gerando um ambiente em que os consumidores estarão mais propensos a gastar com produtos como combustíveis.

"O noticiário ainda está cheio de sinais de relaxamento quantitativo e mesmo os recentes indicadores fracos da China foram vistos como positivos por aumentarem a esperança de que mais relaxamento quantitativo global esteja por vir", comentaram analistas da Petromatrix em um comunicado. "Para hoje nós prevemos uma primeira resistência em US$ 116,25 o barril para o brent e uma segunda na máxima atingida em agosto, de US$ 117,03 o barril", acrescentaram.

Apesar do otimismo, os ganhos deverão ser limitados e o brent poderá ter dificuldades para romper o nível de resistência de US$ 116,50 o barril. Além disso, o aumento dos preços da gasolina nos EUA pode levar à liberação das reservas estratégicas de petróleo, o que também é um fator que contém a alta dos contratos.

Às 8h20 (horário de Brasília), o petróleo para outubro negociado na Nymex subia 0,38%, para US$ 86,84 o barril, e o brent para outubro avançava 0,28% na ICE, para US$ 116,10 o barril. As informações são da Dow Jones.