Tamanho do texto

Controle do grupo mineiro que atua na locação de equipamentos para construção continuará com a família Guerra Lages, que fundou a empresa na década de 1960

Agência Estado

O Carlyle Group anunciou nesta terça-feira a aquisição de 25% do Grupo Orguel, empresa especializada em locação de equipamentos para construção que atua em 11 Estados brasileiros. O valor da negociação não foi revelado, mas, de acordo com a assessoria da Orguel, o controle do grupo mineiro continuará com a família Guerra Lages, que fundou a empresa na década de 1960.

A aquisição foi feita por meio de parceria entre os fundos Carlyle South America Buyout Fund e o Fundo Brasil de Internacionalização de Empresas (FBIE), criado em 2010 pelo Carlyle e pelo Banco do Brasil. Juntos, os dois fundos administram recursos que somam mais de R$ 1,9 bilhão. Desde 2008, quando começou a operar no Brasil, o Carlyle - segundo maior fundo de participação em empresas do mundo - já adquiriu o controle da agência de viagens CVC, do grupo de gestão de planos de saúde Qualicorp, e das indústrias de lingeries Scalina e de brinquedos Ri-Happy.

O interesse do grupo americano na aquisição foi atribuída ao potencial de investimento no setor de construção no País. Segundo Fernando Pinto, diretor do Carlyle Group, a “trajetória de crescimento e rentabilidade” também pesaram na negociação.

“O Grupo Orguel está inserido em setores de rápido crescimento: infraestrutura, óleo e gás e construção habitacional”, disse. “Esses projetos continuarão exigindo uma vasta gama de equipamentos. A expertise do Carlyle no setor e seu alcance global serão fundamentais”, afirmou o presidente do Grupo Orguel, Sérgio Fagundes Guerra Lages.