Tamanho do texto

Índice baseado no preço do famoso sanduíche do McDonald's aponta real com 14% de sobrevalorização em relação ao dólar

Brasil tem Big Mac 14% mais caro que os EUA
Divulgação
Brasil tem Big Mac 14% mais caro que os EUA

O Brasil tem o quarto Big Mac mais caro do mundo, segundo o mais recente índice divulgado nesta quinta-feira pela revista britânica "The Economist". O sanduíche feito no Brasil sai a US$ 4,94 e só é mais barato do que aquele feito na Venezuela (US$ 7,92), na Noruega (US$ 7,06) e na Suíça (US$ 6,56).

Esta é a mesma posição ocupada pelo Brasil no último levantamento divulgado em janeiro. A diferença, que era de 35% (US$ 5,68 contra US$ 4,20), despencou para 14% (US$ 4,94 contra US$ 4,33) com a recente desvalorização do real.

O índice Big Mac é calculado pela revista com base no preço do sanduíche nos Estados Unidos (US$ 4,33) em comparação com os outros países para calcular a sobrevalorização ou desvalorização de cada moeda.

Como o sanduíche leva os mesmos ingredientes em todos os lugares em que é vendido, a revista considera seu preço como uma boa medida para calcular o poder de compra de cada moeda.

Veja o ranking com preços de julho de 2012

1º - Venezuela - US$ 7,92
2º - Noruega - US$ 7,06
3º - Suíça - US$ 6,56
4º - Brasil - US$ 4,94
5º - Austrália - US$ 4,68
6º - Zona do Euro - US$ 4,34
7º - Reino Unido - US$ 4,16
8º - Argentina - US$ 4,16
9º - Japão - US$ 4,09
10º - Nova Zelândia - US$ 4
11º - Canada - US$ 3,82
12º - Hungria - US$ 3,48
13º - México - US$ 2,70
14º - Indonesia - US$ 2,55
15º - China - US$ 2,45
16º - África do Sul - US$ 2,36
17º - Russia - US$ 2,29
18º - Hong Kong - US$ 2,13

Leia mais:  McDonald's abre em Londres o maior restaurante da rede no mundo

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.