Tamanho do texto

Na operação foram vendidas 119,6 milhões de ações ordinárias, 237,5 milhões de preferenciais classe A e 14,7 mil preferenciais classe B, todas a R$ 4,00 cada

A Suzano Papel e Celulose, segunda maior produtora mundial de celulose branqueada de eucalipto, concluiu a sua oferta subsequente, na qual captou R$ 1,42 bilhões.

Na operação, foram vendidas 119,6 milhões de ações ordinárias, 237,5 milhões de preferenciais classe A e 14,7 mil preferenciais classe B, todas a R$ 4,00 cada.

O valor captado já inclui os 20% do lote adicional, correspondentes a 59,532 milhões de ações. Caso haja interesse por parte do mercado nos próximos 30 dias, a companhia pode oferecer mais 9,5% da oferta inicial por meio do lote suplementar.

A totalidade dos acionistas da empresa não manifestou o direito de subscrever os papéis, conforme o direito da oferta prioritária.

Entretanto, o grupo controlador, que inclui a Suzano Holding, a IPFL Holding e David Feffer, informaram a intenção de ficar com todos os papéis a que tinham direito. A Suzano Holding manifestou ainda a intenção de subscrever as sobras dos ativos.

Dessa forma, a companhia realizou também a oferta de varejo, destinada aos investidores não institucionais, e a oferta institucional, voltada à colocação pública junto à investidores institucionais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.