Tamanho do texto

Papéis reagem a comunicado da OGX sobre o nível de produção por poço no campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos

OGX esperava até 50 mil barris, mas testes revelaram um décimo da capacidade de produção no Campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos
Divulgação
OGX esperava até 50 mil barris, mas testes revelaram um décimo da capacidade de produção no Campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos

As empresas "X", do empresário Eike Batista , listadas na BM&FBovespa já perderam cerca de R$ 10 bilhões em valor de mercado neste pregão, até as 14h40, na comparação com o fechamento de ontem.

Mercado: OGX afunda e arrasta Bovespa

As companhias OGX, MMX, LLX, MPX, OSX, CCX e Port X valiam, juntas, R$ 45,7 bilhões no fechamento de terça-feira. Hoje, considerando as cotações por volta das 14h40, elas somavam R$ 35,8 bilhões, uma desvalorização de 21,5%.

Naquele horário, as ações da OGX marcavam baixa de 26,76%, cotadas a R$ 6,13. Os papéis reagem ao comunicado divulgado ontem pela companhia, que definiu o nível de produção por poço no campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos .

O volume informado decepcionou os investidores, que agora questionam a viabilidade das outras empresas de Eike, muitas delas ainda pré-operacionais. A OGX informou que fará uma teleconferência após o fechamento do mercado para explicar o comunicado, com a presença de Eike Batista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.