Tamanho do texto

Previsão é de 30 milhões de operações de consulta de saldo e pagamento de conta em junho

Agência Estado

As transações bancárias feitas pelo celular dispararam no Bradesco. Em pouco mais de um ano, a média mensal dessas operações se multiplicou por seis e a expectativa é que em junho sejam feitas 30 milhões de transações via telefones móveis. "É o canal que mais cresce no banco", destaca o superintendente executivo do banco, Antranik Haroutiounian.

No primeiro trimestre do ano passado, a média mensal de operações feitas no celular por clientes do Bradesco era de 5 milhões. No começo de 2012, a média mensal saltou para 15 milhões e a expectativa é que em junho chegue a 30 milhões de operações, como consultas de saldos, extratos, pagamentos de contas e transferências.

Haroutiounian destaca que alguns fatores têm contribuído para este aumento. As redes das operadoras de telefonia móvel cresceram pelo País, os locais com wi-fi se proliferaram e o custo do acesso a internet pelo celular caiu. Hoje é possível pagar por dia de uso, destacou em palestra no Ciab, o congresso de tecnologia bancária da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

"Ficar conectado está cada vez mais acessível", disse o executivo. Muitas pessoas que usam os serviços do Bradesco pelo celular já são usuários do banco pela internet, mas Haroutiounian destaca que a geração mais nova está indo direto para o banco no celular. "É uma geração que já nasce conectada", disse ele.

Entre as novidades recentes do banco para transações bancárias no celular está o pagamento de contas por envio de mensagem de texto (SMS) e o uso do próprio aparelho para ler o código de barras. Atualmente, 91% das transações no Bradesco são feitas por canais eletrônicos, como internet, celular e terminais de autoatendimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.