Tamanho do texto

Menos de dois anos depois de ter fechado capital com a venda por US$ 3,26 bilhões para o fundo 3G Capital Management, rede de hambúrgueres abre capital nesta quarta

Loja da segunda maior rede americana de fast food, o Burger King: comprada por R$ 7 bilhões por trio de investidores brasileiros
Getty Images
Loja da segunda maior rede americana de fast food, o Burger King: comprada por R$ 7 bilhões por trio de investidores brasileiros

O Burger King voltará a ser a partir desta quarta-feira uma companhia de capital aberto, menos de dois anos depois de ter se tornado privada com a venda por US$ 3,26 bilhões para o fundo de investimento 3G Capital Management, que tem entre seus sócios os brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira.

Leia mais: 

Brasileiros compram rede americana Burger King por R$ 7 bilhões

As ações da seguda maior rede de hambúrgueres do mundo usarão o código BKW na Bolsa de Nova York. A empresa havia anunciado a volta à bolsa em abril.

Veja ainda:  Gestão brasileira do Burger King começa a mostrar resultados


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.