Tamanho do texto

Contrato WTI para julho caiu 0,91%, para US$ 84,03 o barril

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em alta nesta terça-feira, após um leilão de bônus relativamente bem-sucedido da Espanha, que diminuiu um pouco os receios com a crise da dívida na zona do euro e voltou a estimular o apetite dos investidores por ativos de risco. Além disso, há a expectativa com a decisão de política monetária do Federal Reserve na quarta-feira.

O contrato do petróleo WTI para julho ganhou US$ 0,76 (0,91%), fechando em US$ 84,03 o barril. Na plataforma ICE, o Brent para agosto perdeu US$ 0,29 (0,30%), fechando a US$ 95,76 o barril.

Nesta terça, o Tesouro da Espanha vendeu 3,039 bilhões de euros em um leilão de títulos de curto prazo, montante levemente superior à faixa pretendida, que ia de 2 bilhões a 3 bilhões de euros. Mas, para isso, o país teve de pagar yields bem maiores do que o registrado em emissões anteriores.

Nos Estados Unidos, o Departamento do Comércio disse que as construções de moradias caíram 4,8% em maio na comparação com abril, para a taxa sazonalmente ajustada de 708 mil. No entanto, em relação a maio do ano passado, houve aumento de 28,5%. Em uma indicação de demanda futura por construções, o número de novas permissões para obras subiu 7,9% em maio, para 780 mil.

Em meio aos crescentes sinais de uma desaceleração econômica dos EUA e às atuais preocupações com a crise da dívida europeia, alguns economistas acreditam que o Fed anunciará na quarta-feira uma extensão de sua estratégia de estender os vencimentos dos Treasuries que detêm, movimento chamado de Operação Twist.

"Alguns participantes do mercado ainda estão esperando que o Fed anuncie uma nova rodada de algum tipo de estímulo que possa impulsionar os mercados globais", afirmou Olivier Jakob, analista de energia da Petromatrix.

O petróleo também foi beneficiado pela queda do dólar ante o euro. Como é denominado na moeda norte-americana, ele se torna mais barato para compradores que usam outras divisas quando o dólar se enfraquece.

Enquanto isso, as negociações entre o Irã e as potências ocidentais não deram resultados concretos e mais um encontro foi marcado, dessa vez na Turquia, em 3 de julho. "Ficou claro que há lacunas significativas entre as duas posições", disse a chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.