Tamanho do texto

Banco pretendia pagar R$ 49 milhões à diretoria e aos membros do conselho de administração, mais do que a remuneração de toda a cúpula do Banco do Brasil

O Banco Cruzeiro do Sul pretendia pagar R$ 49 milhões este ano para sua diretoria e membros do conselho, mais do que a remuneração de toda a cúpula do Banco do Brasil, que deve receber R$ 40,8 milhões em 2012.

LeiaCruzeiro do Sul vendeu R$ 115 milhões em ações pouco antes de intervenção

Os executivos do banco, que sofreu intervenção do Banco Central no último dia 4 e está sendo administrado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), teriam aumento de 30% no salário este ano. Os números estão nos relatórios de referência das instituições entregues à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), e que foram divulgados ao mercado nos últimos dias.

O que chama atenção dos especialistas nos números do Cruzeiro do Sul é que os bancos de médio porte costumam gastar bem menos com remuneração da diretoria, até porque têm estrutura mais enxuta que as grandes instituições financeiras. Em média, gastam em torno R$ 25 milhões para remunerar o alto escalão e conselheiros, de acordo com os alguns formulários de referências consultados pela Agência Estado.

TambémPetros espera aval do FGC para retirar R$ 57 milhões do Cruzeiro do Sul

O Banco Pine, por exemplo, gastou esse valor em 2011. Já o BicBanco teve gastos um pouco acima desse patamar, de R$ 29 milhões. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.