Tamanho do texto

Ministro Guido Mantega havia dito que taxa incidente nesses empréstimos era de 0,38%

A Receita Federal esclareceu nesta quinta-feira que as captações no exterior com prazo acima de 720 dias (dois anos) estão isentas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Ao final de entrevista coletiva concedida nesta manhã para explicar as alterações no IOF para captação externa, questionado por jornalistas, no entanto, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que a taxa incidente nesses empréstimos é de 0,38%.

MaisIOF mudou pelo fim de excesso de liquidez, diz Mantega

"Para captação acima de dois anos (...) aquele 0,38% sempre permaneceu. O 0,38% nunca foi mexido, esse adicional de 6% é que foi zerado", afirmou o ministro. A Agência Estado entrou em contato com a assessoria de imprensa da Receita Federal, que concedeu as explicações, e com a assessoria do ministro, que não retornou até o começo da tarde desta quinta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.