Tamanho do texto

Secretário-geral da organização acredita que existe 'excesso de abastecimento' no mercado, mas diz não estar preocupado com os preços da commodity

Os contratos futuros de petróleo operam sem direção certa enquanto os investidores esperam a reunião da organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), amanhã em Viena. Abdalla Salem el-Badri, secretário-geral da Opep, afirmou que existe "certo excesso de abastecimento" no mercado, mas disse não estar preocupado com os preços.

As especulações antes da reunião provocam volatilidade no mercado de petróleo, segundo analistas do Ritterbusch & Associates. "O resultado mais provável na nossa opinião é de manutenção das cotas de produção, mas com os sauditas continuando a aumentar a produção sem dar muita atenção às restrições impostas pelas cotas", afirmaram.

MaisOpep afirma que mercado de petróleo está sobreabastecido

Depois da reunião, o foco dos investidores deverá voltar para a zona do euro, onde no domingo a Grécia realiza eleições nacionais, o que poderá ter implicações para os preços do petróleo na próxima semana. "Parece que o mercado de petróleo está esperando que algo tire o euro da faixa em que está operando desde segunda-feira", comentou Thina Saltvedt, analista do Nordea Bank Norge.

Na segunda e na terça-feira o foco deverá ser a negociação entre o Irã e países do Ocidente, em Moscou, sobre o enriquecimento de urânio iraniano. Mais tarde hoje os participantes do mercado avaliarão o relatório semanal do Departamento de Energia (DOE) dos EUA sobre estoques. Analistas do VTB Capital esperam uma queda nos estoques totais de petróleo bruto de até 2 milhões de barris.

Às 8h15 (horário de Brasília), o WTI para julho caía 0,22% na Nymex, para US$ 83,14 por barril, e o brent para julho subia 0,42% na ICE, para US$ 97,55 por barril. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.