Tamanho do texto

Movimento reverte a tendência observada em maio, quando US$ 2,691 bilhões deixaram o País, informou o Banco Central

O Brasil voltou a receber dólares no início de junho. Dados divulgados nesta quarta-feira pelo Banco Central mostram que US$ 843 milhões ingressaram no País nos oito primeiros dias do mês. O movimento reverte a tendência observada em maio, quando US$ 2,691 bilhões deixaram o País. O ingresso de dólares nos primeiros dias do mês aconteceu exclusivamente pela chamada conta financeira, que foi responsável pela entrada líquida de US$ 1,127 bilhão.

O resultado positivo foi gerado pelos ingressos que alcançaram US$ 6,638 bilhões na semana passada e superaram a saída de US$ 5,511 bilhões nos oito dias. Nessa conta estão todas as operações de câmbio para compra e venda de ações e títulos de renda fixa, empréstimos, remessa de lucros e investimentos produtivos, entre outras.

MaisGoverno quer evitar volatilidade excessiva no câmbio, diz Augustin

Ao contrário do que aconteceu em maio, o segmento comercial teve saída de dólares no início do mês corrente. Até o dia 8, US$ 284 milhões deixaram o Brasil para pagamento de importações. Segundo o dado do BC, foram pagos US$ 3,950 bilhões em mercadorias e serviços a outros países, valor maior que a receita de US$ 3,666 bilhões obtida por empresas brasileiras que vendem no exterior. No acumulado de janeiro a 8 de junho, o fluxo cambial segue positivo em US$ 23,468 bilhões, sendo US$ 20,812 bilhões via comércio exterior e US$ 2,657 bilhões no setor financeiro.

LeiaBoa reputação lá fora garante euforia de investidores

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.