Tamanho do texto

Moeda está sendo negociada em uma faixa estreita, à medida que os investidores continuam cautelosos antes da realização das eleições na Grécia

O euro registra leve alta ante o dólar após a divulgação de dados econômicos um pouco melhores do que o esperado. A moeda está sendo negociada em uma faixa estreita, à medida que os investidores continuam cautelosos antes da realização das eleições na Grécia.

O euro subiu acima de US$ 1,25, uma nova máxima em dois dias, impulsionado pela melhora do sentimento do mercado, enquanto os yields (retorno ao investidor) dos bônus dos governo da Espanha e da Itália recuaram um pouco em relação às máximas atingidas na terça-feira.

LeiaEspanha e Grécia afetam e euro tem alta limitada

Os mercados mantêm o tom positivo, recebendo suporte dos números da produção industrial da zona do euro que mostraram uma queda de 2,3% em abril, ante expectativas de declínio de 2,7%. No entanto, a leitura foi a mais fraca desde dezembro de 2009 e indicou que a economia da zona do euro deverá contrair novamente neste ano, após evitar por pouco uma recessão no primeiro trimestre.

Além disso, o governo da Itália vendeu 6,5 bilhões de euros (US$ 8,12 bilhões) de títulos de 12 meses em um leilão com juros significantemente maiores em relação aos pagados na oferta anterior. Já o governo da Alemanha vendeu cerca de 4 bilhões de euros em bônus de 10 anos, com juro médio de 1,52%, levemente mais alto que o juro do leilão anterior.

TambémLagarde afirma que é preciso salvar o euro em menos de 3 meses

O dólar australiano atingiu máxima intradia ante o dólar, após a notícia de que o Banco Central da Alemanha (Bundesbank) está considerando adicionar ativos na moeda australiana, como bônus, a suas reservas internacionais. O florim da Hungria também subiu, após o principal negociador do governo Mihaly Varga dizer que o país está pronto para iniciar conversações novamente com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a União Europeia em julho ou agosto a fim de assegurar uma ajuda internacional.

Às 8h45 (horário de Brasília), o euro era negociado em US$ 1,2537, de US$ 1,2504 na terça-feira. O dólar operava em 79,68 ienes, de 79,52 ienes. A libra estava em US$ 1,5570, de US$ 1,5569. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.