Tamanho do texto

Giro financeiro do Ibovespa somou R$ 20,8 bilhões nesta quarta-feira, impulsionado pelo vencimento de contratos de índice futuro na BM&F e de opções sobre o índice na Bovespa

Depois de disparar no início da tarde e encostar na faixa dos 56 mil pontos, o Ibovespa perdeu um pouco de sua força no final do pregão desta quarta-feira, conforme as bolsas americanas aceleram as perdas, mas fechou o dia em alta de 1,09%, cotado em 55.650 pontos.

Mas o grande destaque da sessão foi o volume financeiro, que atingiu R$ 20,858 bilhões, segundo a BM&FBovespa. O número é pouco mais de três vezes a média diária e foi impulsionado pelos vencimentos de contratos de índice futuro na BM&F e de opções sobre o índice na Bovespa. Além disso, a proximidade do vencimento de opções sobre ações, na próxima segunda-feira, também aumentou os negócios.

Com os investidores fazendo ajustes em suas carteiras devido ao vencimentos dos contratos, as blue chips tiveram grande volume de compras e vendas e ajudaram a puxar o Ibovespa. Vale PNA subia 0,48% no final do pregão, Petrobras PN ganhava 1,61% e OGX ON avançava 2,76%.

No exterior, o indicador fraco de vendas no varejo dos Estados Unidos e a preocupação com a crise na Europa pesaram sobre os mercados. A possibilidade de que o Chipre também precise salvar seus bancos aumentou a dose de cautela.  

Nos EUA, o índice Dow Jones Industrial da Bolsa de Nova York fechou nesta quarta-feira em baixa de 0,62%, aos 12.496,38 pontos. Já o seletivo S&P 500 caiu 0,7% e o índice composto da bolsa eletrônica Nasdaq recuou 0,86%.

Na Europa, Frankfurt caiu 0,14%, Londres teve alta de 0,18% e o índice CAC-40, de Paris, fechou com queda de 0,55%.

Leia mais: Bolsas europeias caem à espera das eleições na Grécia

"Estamos descolados lá de fora por causa do vencimento. Mas o direcionamento dos mercados continua sendo a crise europeia, especialmente a eleição que acontece domingo na Grécia", afirma o estrategista do segmento de varejo da Ágora e Bradesco Corretora, José Francisco Cataldo.

(Com agências)

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.