Tamanho do texto

Movimento reflete a expectativa de investidores com a esperança de que o Banco Central Europeu conduza a zona do euro para fora da crise

O petróleo voltou a operar acima de US$ 100 o barril nesta quarta-feira, subindo junto com outras commodities e o euro, com investidores mantendo a esperança de que o Banco Central Europeu (BCE) conduza a zona do euro para fora da crise.

Banco Central Europeu resiste à pressão e mantém taxa de juros em 1%

O petróleo tipo Brent subiu à máxima intradia, a US$ 100,61 o barril, antes de voltar a US$ 100,04, ganho de US$ 1,20, por volta das 10h10 (horário de Brasília). Enquanto isso, o petróleo nos EUA ganhava US$ 0,66, a US$ 84,95 o barril.

O BCE manteve inalteradas as taxas de juros, como esperado, com os investidores agora atentos se isso sinalizará um estímulo monetário para impulsionar a economia e restaurar a confiança na zona do euro.

Com o bloco sendo afetado por temores de que a Grécia possa deixar o euro e uma crise bancária na Espanha, o banco central está sendo pressionado para fornecer ajuda.

A economia em crise na Europa também afetou o petróleo, fazendo o Brent operar abaixo de três dígitos na sexta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.