Tamanho do texto

Iene caiu de sua máxima contra o dólar e o euro atingida na sexta-feira, a moeda ficou em 78,13 iene contra o dólar

 O mercado de Tóquio despencou para sua mínima em 28 anos nesta segunda-feira, à medida que as ações asiáticas afundaram por receios do cenário de um rompimento da zona do euro, do retrocesso da economia norte-americana e da forte desaceleração da China.

Bolsas da Europa operam sem sinal definido. Ásia fecha com desvalorização

O índice Topix de Tóquio chegou a cair 2,4% para 692,18 pontos, nível que não era visto desde o final de 1983, de acordo com dados da Reuters, enquanto a média Nikkei da principais ações caiu 1,71%.

Às 8h28 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 2,12% para mínimas em 2012, com queda de 17% do pico deste ano, dando continuidade às quedas nos mercados globais provocadas na sexta-feira por dados fracos dos EUA.

"Investidores estão debandando de ativos de risco", afirmou o diretor-executivo de investimentos da ATI Asset Management Simon Burge.

"Os dados de emprego dos EUA foram chocantes e a Espanha está se tornando agora uma grande preocupação. E ainda por cima, todo mundo que pensou que o primeiro trimestre seria o fundo para a economia chinesa, percebeu que é uma desaceleração real que pode continuar", disse o estrategista chefe de investimentos na Guotai Junan Securities, Larry Jiang, baseado em Hong Kong.

O iene caiu de sua máxima contra o dólar e o euro atingida na sexta-feira. A moeda ficou em 78,13 iene contra o dólar, abaixo da máxima em três meses e meio de 77,65 alcançada na sexta-feira.

A bolsa de Cingapura teve queda de 1,7%, a 2.698 pontos, Taiwan caiu 2,98% e Hong Kong também recuou 2,01%. O índice referencial de Xangai teve queda de 2,73% e Sidney teve decréscimo de 1,94%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.