Tamanho do texto

Ações da ASX, operadora da bolsa australiana, dispararam 19,4%, após a bolsa de Cingapura ter mostrado intenção de compra

As principais bolsas asiáticas tiveram uma segunda-feira de alta, após a reunião do G20 não ter alterado a tendência de desvalorização da moeda norte-americana como alguns imaginavam. Os destaques foram ações ligadas a commodities.

Às 7h56 (horário de Brasília), o índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia Pacífico exceto Japão exibia valorização de 1,7%, para 468 pontos.

As ações da ASX, operadora da bolsa australiana, dispararam 19,4%, após a bolsa de Cingapura ter mostrado intenção de comprar a terceira maior bolsa da região Ásia-Pacífico por US$ 8,3 bilhões. O acordo deve criar a quinta maior bolsa do mundo.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio teve um dia adverso e recuou 0,27%, para 9.401 pontos, com a cautela sobre a força do iene impactando os balanços corporativos antes da divulgação dos resultados pelas empresas.

As exportações japonesas caíram pelo sétimo mês consecutivo em setembro, impactadas pela força do iene e redução na demanda pelas exportações.

Em HONG KONG, o índice Hang Seng fechou em alta de 0,47%, para 23.627 pontos. XANGAI ganhou 2,57%, a 3.051 pontos, enquanto que TAIWAN subiu 1,7%, para 8.306 pontos.

Em SEUL, a bolsa encerrou com valorização de 1%, para 1.915 pontos.

O principal índice de ações de SYDNEY ganhou 1,33%, para 4.709 pontos.

CINGAPURA teve leve valorização de 0,27%, para 3.182 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.