Tamanho do texto

SÃO PAULO - O mercado brasileiro de aviação comercial registrou em 2008 um crescimento de 7,4% em relação a 2007, segundo dados divulgados hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A metodologia de medição do órgão utiliza o número de passageiros transportados vezes a quantidade de quilômetros percorridos por cada um deles, número que no ano passado chegou a 47,722 bilhões, contra 72,841 bilhões em 2007.

Apesar do crescimento, a taxa de ocupação das aeronaves caiu de 69% para 66% na mesma base de comparação, ainda de acordo com a Anac.

Entre as companhias, as líderes TAM e Gol (incluindo Varig) responderam por nada menos que 92,76% do mercado de vôos domésticos, uma pequena alta em relação a 2007, quando abocanharam 91,84%.

A TAM fechou o ano na primeira posição, com fatia de 50,3%, ante 48,83% em 2007. Em segundo, a Gol registrou participação de 42,46% em 2008, uma pequena queda em relação ao exercício anterior, quando tinha 43%. Bilhões de quilômetros atrás aparece a OceanAir, com singelos 2,79%.

Nas rotas internacionais, a concentração é ainda maior. Juntas, TAM e Gol transportaram 99,11% dos passageiros que foram ao exterior em 2008, uma alta de 4,36 pontos percentuais sobre o ano anterior, quando somaram 94,76%.

Neste caso, a liderança da TAM é bem mais folgada, com fatia de 75,24% em 2008, alta de 7,75 pontos percentuais quando comparada a 2007, ano em que ficou com 67,49%. O salto foi possibilitado pela perda de mercado da Gol, que viu sua participação cair de 27,26% para 23,87% entre 2007 e 2008.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.