Tamanho do texto

Fundador da EBX e sétimo homem mais rico do mundo, Batista afirmou que potencial de carvão da Colômbia é "ótimo"

O mercado marítimo global de carvão pode crescer para 1,12 bilhão de toneladas até 2025, cerca do dobro do tamanho atual, disse Eike Batista, fundador do conglomerado de commodities e energia EBX e sétimo homem mais rico do mundo .

"O potencial para carvão da Colômbia é ótimo", disse Batista, o homem mais rico do Brasil, a investidores em reunião de investidores da General Electric Co, no Rio de Janeiro.

A MPX, uma das empresas do grupo, está em processo de cisão de ativos de carvão na Colômbia, após concordar, em janeiro, em formar uma joint venture com a alemã E.ON.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.