Tamanho do texto

BRASÍLIA - O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Altamir Lopes, avaliou hoje que o mercado de crédito está voltando à normalidade , após recuar ano passado em função da crise mundial. Ele considerou que a alta prevista de 20% no estoque não é tão forte a ponto de preocupar em termos de inflação ou inadimplência, por exemplo.

Lopes admitiu que o crédito é um dos motores da demanda interna aquecida. Por isso, segundo ele, a alta de 20% para a variação do crédito bancário em 2010 " deve impulsionar " o crescimento sustentado da economia.

Ele lembrou que em 2008, antes da crise, o crédito crescia a uma taxa superior a 30%. Já no ano passado, o ritmo caiu à metade, situando-se em 15,2%. Até fevereiro, o crédito crescia 16,8% em 12 meses, atingindo o valor nominal de R$ 1,435 trilhão.

Além do crédito bancário, Lopes destacou que o setor produtivo tem sido bem financiado, também, pelo mercado de capitais.

A captação em ações de debêntures no primeiro do bimestre deste ano, por exemplo, já atingiu R$ 12,9 bilhões. Em todo 2009 foram R$ 50,9 bilhões.

Ainda como auxiliar há a captação externa, que em fevereiro registrou taxa média de rolagem em 261%, lembrou Lopes.

(Azelma Rodrigues | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.