Tamanho do texto

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou hoje, ao comentar a queda forte do euro em meio à redução do entusiasmo dos investidores com o pacote europeu contra a crise, que "o anúncio foi feito há apenas cinco dias, é normal a volatilidade nos mercados". Meirelles lembrou que situação similar foi vivenciada quando as medidas em reação à crise dos Estados Unidos foram anunciadas e que acabaram se mostrando eficazes.

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou hoje, ao comentar a queda forte do euro em meio à redução do entusiasmo dos investidores com o pacote europeu contra a crise, que "o anúncio foi feito há apenas cinco dias, é normal a volatilidade nos mercados".

Meirelles lembrou que situação similar foi vivenciada quando as medidas em reação à crise dos Estados Unidos foram anunciadas e que acabaram se mostrando eficazes. Ele reafirmou que o Brasil está preparado para crises, mas disse duvidar que as atuais turbulências em alguns países europeus possam gerar efeitos similares aos causados pela crise de 2008. "Precisamos sempre olhar com cautela, trabalhar esperando o pior e torcer pelo melhor, mas é difícil que ocorra de novo uma situação daquelas", disse.

O presidente do BC acrescentou, em entrevista concedida após o encerramento do XII Seminário Anual de Metas para a Inflação, na sede do banco, no Rio, que "o fato é que, por enquanto, é prematuro avaliar os desdobramentos da crise europeia". Segundo ele, "o Brasil está muito bem preparado para o enfrentamento de crises externas".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.