Tamanho do texto

A Ucrânia é juridicamente responsável pela crise do gás e deve indenizar pelas perdas que ocasionou, declarou nesta quinta-feira o presidente russo Dimitri Medvedev durante uma coletiva em Moscou junto a seu colega búlgaro Gueorgui Parvanov.

"A responsabilidade financeira e legal recai sobre a Ucrânia. A responsabilidade por toda perda é dela", acusou Medvedev, depois de uma reunião com Parvanov, que pediu uma indenização pelos prejuízos causados pela crise.

Para o presidente russo, a disputa que explodiu em dezembro entre Moscou e Kieve sobre o gás evidencia a necessidade de diversificar as rotas de abastecimento na Europa.

Medvedev insistiu na construção do gasoduto South Stream para distribuir o gás à Europa evitando assim sua passagem pela Ucrânia.

neo/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.