Tamanho do texto

Nova York, 3 nov (EFE) - A empresa de cartões de crédito MasterCard anunciou hoje que teve prejuízo de US$ 493,3 milhões (US$ 3,79 por ação) entre janeiro e setembro de 2008, comparado com um lucro de US$ 781,6 milhões (US$ 5,73 por título) nos nove primeiros meses de 2007.

A segunda maior companhia de cartões de crédito do mundo faturou até setembro US$ 3,766 bilhões, o que representa um aumento de 25,7% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando teve vendas de US$ 2,994 bilhões.

No terceiro trimestre deste ano, a MasterCard teve perdas no valor de US$ 193,5 milhões (US$ 1,49 por ação), frente a um lucro de US$ 314,4 milhões (US$ 2,31 por título) no mesmo trimestre de 2007.

Se forem excluídas verbas extraordinárias, a empresa ganhou US$ 322 milhões (US$ 2,47 por ação), acima das expectativas dos analistas de Wall Street, que tinham calculado que a MasterCard anunciaria um ganho de US$ 2,22 por título.

A companhia com sede em Purchase (Nova Jersey) faturou entre julho e setembro US$ 1,338 bilhão, 23,6% a mais que no terceiro trimestre de 2007, quando as vendas totalizaram US$ 1,082 bilhão.

No primeiro semestre, a companhia teve prejuízo de US$ 300 milhões.

Até 30 de setembro as instituições financeiras tinham emitido 970 milhões de cartões MasterCard, o que representa um aumento de 10,3% frente à mesma data em 2007.

O presidente e executivo-chefe da MasterCard, Robert Selander, se mostrou muito satisfeito com os resultados da companhia no terceiro trimestre "em tempos de desafios econômicos sem precedentes". EFE bj/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.