Tamanho do texto

Para o ministro, retomada das economias dos EUA e da Europa deve levar mais tempo que o previsto

selo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que, independentemente do que vai ocorrer nos próximos dias, o fato é que o mundo seguirá com problemas econômicos nos próximos dois anos. Segundo ele, o processo de correção em curso nas economias dos Estados Unidos e da Europa deve levar mais tempo.

Em audiência pública na Câmara dos Deputados, Mantega destacou que os Estados Unidos, com seu programa de afrouxamento monetário, inundaram o mundo com volume enorme de recursos financeiros. Segundo ele, essa estratégia não teve efeito de melhorar o mercado interno americano, impactando mais a situação do comércio externo.

De acordo com Mantega, esse quadro alimenta a chamada guerra cambial e inunda o País de dólares, que vêm especular no mercado local. "O Brasil tem reagido contra a guerra cambial, buscamos impedir que o real se valorize em demasia", disse o ministro.

Apesar da crise financeira internacional estar no centro das atenções do mundo, a reunião da Comissão Geral na Câmara dos Deputados para discutir a crise e as medidas tomadas pelo governo para enfrentar o momento atual não mobilizou os parlamentares. O ministro Guido Mantega está fazendo uma apresentação para um plenário quase esvaziado. Líderes e poucos deputados acompanham a reunião, que ainda terá uma apresentação do ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, e de economistas convidados pela oposição.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.