Tamanho do texto

De acordo com o ministro, isso é um bom sinal porque mostra que o BNDES vai abrir espaço para o setor privado

selo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou nesta terça-feira que o governo deve anunciar em cerca de 20 dias medidas para melhorar o crédito privado de longo prazo no Brasil, conforme havia adiantado o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, na última sexta-feira.

Segundo Mantega, trata-se de "um bom sinal" a ser dado ao mercado, pois o aumento do papel do BNDES desde o início da crise, e mesmo após a retomada da economia, tem sido apontado como uma fonte de preocupação de analistas e investidores, especialmente caso a candidata do governo Dilma Rousseff seja eleita.

"É um bom sinal. Significa que o BNDES vai abrir espaço para o setor privado", disse o ministro a jornalistas após falar a investidores e analistas estrangeiros em evento promovido pelo Council of Americas e Câmara de Comércio Brasil-EUA, em Nova York. "É uma transição para novo modelo financeiro", disse o ministro, que segue hoje para o Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.