Tamanho do texto

País está mais inclinado a apoiar a candidata francesa Christine Lagarde

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta segunda-feira que o Brasil ainda está avaliando qual candidato apoiar para a chefia do Fundo Monetário Internacional (FMI) e que o assunto está sendo discutido "com outros ministros".

O Brasil está mais inclinado a apoiar a candidata francesa Christine Lagarde, segundo fontes, mas as articulações políticas com os demais países emergentes também serão cruciais para definir um nome de consenso.

Além da ministra francesa, concorrem ao posto o candidato mexicano Agustín Carstens e o presidente do banco central de Israel, Stanley Fischer.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.