Tamanho do texto

Em desaceleração, IPCA fecha o primeiro trimestre do ano com alta acumlada de 1,22%

selo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, considerou "excepcional" o resultado de março do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, indicador que aponta a inflação oficial no País. O IPCA reduziu a alta para 0,21% em março , depois de subir 0,45% em fevereiro, conforme dados divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Em rápida conversa com jornalistas ao deixar a sede do ministério nesta manhã de quinta-feira, o ministro informou que o resultado do IPCA abre a possibilidade para estímulo da economia e para queda dos juros privados, além de aumento do crédito nas instituições financeiras privadas. 

Quanto ao patamar do dólar - que tem girado atualmente em torno de R$ 1,80, ante reivindicações de empresários para um nível acima de R$ 2 a fim de melhorar a performance das exportações brasileiras -, Mantega afirmou que "nunca está satisfeito com a taxa de câmbio".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.