Tamanho do texto

A Chevrolet confirmou a chegada do sedã Malibu ao País para a segunda quinzena de junho. O sedã grande, mostrado durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em 2008, será vendido por cerca de R$ 90 mil.

A Chevrolet confirmou a chegada do sedã Malibu ao País para a segunda quinzena de junho. O sedã grande, mostrado durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em 2008, será vendido por cerca de R$ 90 mil. Inicialmente, a novidade terá versão única de acabamento, a LTZ, que traz o mesmo motor de quatro cilindros, 2.4 Ecotec, a gasolina, de 169 cv, do utilitário-esportivo mexicano Captiva. Em vez da caixa de quatro marchas utilizada no jipão, o Malibu virá equipado com o câmbio automático de seis velocidades, com opção de trocas sequenciais na alavanca ou por meio de borboletas atrás do volante. Entre os itens de série, a configuração LTZ traz freios com sistema ABS, controles eletrônicos de estabilidade e de tração, seis air bags e rodas de 17 polegadas. Posicionado acima do nacional Vectra, o novo sedã tem 4,87 metros de comprimento e 1,78 m de largura e concorrerá com modelos como Ford Fusion (R$ 79.900) e Hyundai Azera (R$ 90 mil). Este, por sinal, equipado com motor V6 3.3 de 245 cv. Nos Estados Unidos, onde o Malibu é fabricado, ele conta com uma versão de seis cilindros, que também tem um propulsor do Captiva: 3.6 de 261 cv. Segundo informações da fabricante, por ora não há planos para vender esta configuração por aqui. Novo Kia Sorento A Kia começa a vender aqui, no fim do mês, a nova geração do Sorento, que chega como parte da linha 2011. Na versão de entrada, com motor quatro-cilindros de 2,4 litros e 174 cv, o modelo sul-coreano parte de R$ 96.900. Essa opção tem tração 4x2 e cinco lugares. Todas as demais configurações possuem sete lugares. Na de topo, com tabela a partir de R$ 124.900, o Sorento tem propulsor V6 de 3,5 litros e 278 cv, além de tração 4x4. Ao todo são nove opções de acabamento diferenciadas por equipamentos de série e detalhes como revestimento dos bancos. Há cinco 2.4 (três delas 4x2 e duas 4x4) e quatro 3.5 (duas 4x2 e duas 4x4). Não haverá versões a diesel para o mercado brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.