Tamanho do texto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira, em Pequim, que ainda acredita que o esforço para tentar evitar o fracasso da Rodada de Doha renderá frutos e que o acordo da Organização Mundial do Comércio (OMC) vai acertar novas regras para o intercâmbio internacional.

"Quero conversar porque nunca chegamos tão perto em sete anos de conversação e, no Brasil, costumamos dizer que 'não se pode morrer na praia depois de nadar tanto'", afirmou Lula depois de se reunir com seu colega chinês Hu Jintao e visitar a Vila Olímpica dos Jogos de Pequim-2008.

"Estamos muito perto (de um fim da Rodada) estou otismista", acrecentou o presidente.

dm-llu/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.