Tamanho do texto

Tóquio - A montadora japonesa Honda anunciou nesta sexta-feira que entre outubro e dezembro de 2008 teve lucro líquido de 20,2 bilhões de ienes (US$ 226,1 milhões), número 89,9% menor que o registrado no mesmo período do ano anterior.

A segunda maior fabricante de veículos do Japão voltou a revisar para baixo suas previsões de lucro líquido para o atual ano fiscal, que termina em março, aos 80 bilhões de ienes (US$ 895 milhões).

O lucro operacional da companhia também foi prejudicado pela queda da demanda e ficou no último trimestre do ano em 102,4 bilhões de ienes (US$ 1,146 bilhão), 62,9% menor que em 2007.

As vendas da Honda caíram 16,8% entre outubro e dezembro aos 2,53 trilhões de ienes (US$ 28,335 bilhões), US$ 5,721 bilhões a menos que no mesmo trimestre do ano anterior.

Nos primeiros nove meses do ano fiscal, a empresa registrou um lucro líquido de 323 bilhões de ienes (US$ 3,614 bilhões), número 43,8% anualizado menor.

A montadora foi também afetada pela crise global, mas suas previsões são mais animadoras que as de sua concorrente Toyota, que anunciou em dezembro que no atual ano fiscal registrará suas primeiras perdas operacionais desde 1940.

Os efeitos da crise levaram a Honda a anunciar que fechará, a partir de hoje, a fábrica de carros de passeio que tem no Reino Unido durante um período de quatro meses, o que afetará cerca de três de seus mais de quatro mil.

Balanço das empresas:

Leia mais sobre: emprego

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.