Tamanho do texto

SÃO PAULO - O banco Panamericano registrou lucro líquido consolidado de R$ 74,649 milhões no primeiro trimestre deste ano, superando em 5,3% o resultado líquido de igual período do ano passado (R$ 70,898 milhões). Nessa base de comparação, as receitas de intermediação financeira marcaram crescimento de 8,5%, chegando a R$ 954,446 milhões. O resultado do banco ainda foi favorecido por uma queda de 29,2% nas despesas com provisão para créditos de difícil liquidação, que somaram R$ 172,182 milhões.

SÃO PAULO - O banco Panamericano registrou lucro líquido consolidado de R$ 74,649 milhões no primeiro trimestre deste ano, superando em 5,3% o resultado líquido de igual período do ano passado (R$ 70,898 milhões). Nessa base de comparação, as receitas de intermediação financeira marcaram crescimento de 8,5%, chegando a R$ 954,446 milhões. O resultado do banco ainda foi favorecido por uma queda de 29,2% nas despesas com provisão para créditos de difícil liquidação, que somaram R$ 172,182 milhões. Em um ano, o Panamericano teve uma evolução de 19,2% na carteira de crédito, que fechou março em R$ 10,504 bilhões (incluindo cessões de crédito). No total, a carteira de ativos atingiu R$ 11,812 bilhões, uma alta de 36,6% em relação ao fechamento do primeiro trimestre de 2009. O Panamericano também reporta que o índice de Basileia - que mede a relação entre o patrimonio e os ativos do banco - ficou em 14,8%, abaixo dos 21,5% de igual período do calendário anterior. (Eduardo Laguna | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.