Tamanho do texto

SÃO PAULO - A fabricante de motores e equipamentos elétricos Weg encerrou o segundo trimestre do ano com lucro líquido de R$ 169,9 milhões, montante 12,5% superior ao registrado em igual período do ano passado e 35% maior do que o embolsado nos três primeiros meses de 2008.

Em comunicado, a companhia reafirma a estimativa de crescimento de 20% da receita bruta em 2008 sobre 2007 e aponta que segue executando o plano de investimento de R$ 520 milhões, dos quais R$ 198,6 milhões já foram implementados.

A receita operacional bruta apresentou elevação de 19% no comparativo anual, para R$ 1,331 bilhão. Destaque para o crescimento de 32% no mercado interno, que respondeu por R$ 942 milhões da receita. No exterior, as receitas em reais caíram 2,7% (R$ 406 milhões), mas avançaram em 16,6% em dólares (US$ 245 milhões). A receita não foi maior devido à valorização da moeda brasileira.

A receita líquida somou R$ 1,095 bilhão, crescimento de 18,7% sobre os R$ 923 milhões observados no segundo trimestre do ano passado. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) teve alta de 6,6% no comparativo anual, para R$ 253 milhões, mas a margem cedeu de 28,8% para 23,2%.

O custo dos produtos vendidos (CPV) atingiu R$ 703,8 milhões no trimestre, com crescimento de 26,7% no comparativo anual. A margem bruta foi de 35,8%, com diminuição de 4,1 pontos percentuais em relação ao segundo trimestre do ano passado e praticamente no mesmo patamar do trimestre anterior.

Como no primeiro trimestre, a redução nas margens assim com os maiores custos decorre da implementação de um software de gestão integrada. Segundo a Weg, a implementação de tal sistema demandou a adoção de novos procedimentos operacionais em toda a organização, com impactos negativos sobre a produtividade. Mas a companhia acredita que ao longo dos próximos anos tal ferramenta deverá se tornar uma fonte importante de vantagem competitiva, graças à melhor qualidade das informações e decisões operacionais.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.