Tamanho do texto

SÃO PAULO - A companhia anglo-holandesa Unilever surpreendeu os investidores nesta quinta-feira, com a notícia de que seu lucro líquido (em taxas correntes) cresceu 58% no quarto trimestre do ano passado ante o mesmo período de 2007. O lucro líquido da empresa saiu de 721 milhões de euros no ano anterior, para atingir o montante de 1,136 bilhão de euros nos últimos três meses de 2008. O lucro operacional no período aumentou em 33%, chegando a 1,458 bilhão de euros na mesma base de comparação.

No acumulado do ano de 2008, a empresa ganhou 5,027 bilhões de euros, representando um crescimento de 29% do lucro líquido em taxas correntes, ante o ano anterior. O lucro operacional em todo o ano passado ficou em 7,16 bilhões de euros, sendo que em 2007 foi de 5,24 bilhões.

"Em 2008 nossos negócios tiveram um grande progresso. Nós atingimos um crescimento alto, acima das nossas projeções e, enfrentando uma pressão dos custos sem precedentes, protegemos o lucro devido às nossas ações sobre o preço", afirmou em nota Paul Polman, diretor executivo da Unilever.

Mesmo com um resultado positivo, a companhia não quis fazer projeções sobre 2009 e disse que vai alterar as de 2010. "Dadas as incertezas da economia eu acredito que não seria apropriado neste estágio afirmar uma previsão para 2009 ou reafirmar os objetivos de 2010", disse Paul Polman no documento.

Os investidores se decepcionaram com as afirmações do diretor-executivo com relação ao futuro, fazendo com que as ações da Unilever há pouco caíssem cerca de 7% em Londres.

(Vanessa Dezem | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.