Tamanho do texto

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje que a edição 2008/2009 do Horário de Verão, que termina no próximo sábado (dia 14) à meia-noite, gerou uma economia ao País de aproximadamente R$ 4 bilhões. Em entrevista à Globo News, Lobão disse que em termos de energia, houve uma redução do consumo de 2 mil megawatts (MW) durante o chamado horário de pico, que vai das 18 horas até as 21 horas.

"Somente no Sudeste, economizamos o equivalente a 65% do consumo do Rio de Janeiro. E no Sul, o equivalente a 85% do consumo de Curitiba (PR)", afirmou o ministro.

O Horário de Verão teve início à meia-noite do dia 18 de outubro do ano passado e terminará à meia-noite do próximo sábado (dia 14). Os moradores das regiões Sul e Sudeste e Centro-Oeste do País deverão atrasar seus relógios em 1 hora. Durante a entrevista à emissora, Lobão reiterou que o Brasil não sofre riscos de um novo apagão. Ele lembrou que estão sendo feitos investimentos na geração e, principalmente, na transmissão de energia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.