Tamanho do texto

SÃO PAULO - O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou a informação dada na última quarta-feira pelo presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, de que o custo de exploração do petróleo na camada do pré-sal seria de US$ 35 por barril. De acordo com o ministro, a despeito dos custos inerentes ao processo, o grande volume das reservas elimina qualquer risco de a exploração ser financeiramente ameaçada, até mesmo no âmbito da crise financeira internacional. Qualquer preço (de exploração) será barato, mas não deve passar do informado pela ANP, disse Lobão.

Ele afirmou ainda que o campo de Tupi, por exemplo, teria a capacidade de produzir diariamente mais de 100 mil barris de petróleo, apesar dos 30 mil barris diários que a Petrobras começará a extrair em abril de 2009. "Pode-se ampliar para muito mais, porque aquela reserva é extremamente generosa", completou Lobão, para depois lembrar que Tupi comporta cerca de 8 bilhões de barris de petróleo.

Leia mais sobre petróleo - pré-sal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.