Tamanho do texto

O grupo financeiro britânico Lloyds anunciou que a deterioração das condições do mercado o levou a aceitar uma injeção de capital no valor de £ 5,5 bilhões (US$ 9,44 bilhões) do governo e a revisar os termos das proposta de compra do banco hipotecário HBOS. Outros £ 11,5 bilhões (US$ 19,727 bi) serão injetados pelo governo no próprio HBOS, totalizando um socorro público de £ 17 bilhões (US$ 29,17 bi).

Sob os preços atuais das ações, a oferta toda em ações pelo HBOS baixou para £ 7 bilhões, contra cerca de £ 9,5 bilhões da oferta original. Pela nova proposta, cada ação do HBOS será trocada por 0,605 ação do Lloyds. A oferta inicial previa a troca de uma ação do HBOS para cada 0,83 ação do Lloyds.

O anúncio do Lloyds veio no momento em que o HBOS alertou que está sendo duramente afetado pela queda nos preços dos imóveis e pela deterioração das condições de crédito. O Lloyds, por sua vez, comunicou que também está sob pressão no terceiro trimestre por causa dos problemas nos mercados de renda fixa e de ações, que tiveram um impacto negativo de £ 504 milhões (US$ 864,76 milhões) em suas operações de seguros. No mesmo período, o lucro das atividades de atacado e das operações internacionais sofreram um impacto negativo de £ 384 milhões (658,71 milhões). As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.