Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os investidores Carlos Alberto da Veiga Sicupira e Jorge Paulo Lemann, seu suplente, renunciaram ao conselho de administração da AmBev em uma reunião realizada no dia 22, segunda-feira. Na mesma reunião, cuja ata foi enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na sexta-feira, dia 26, ficou decidido que os dois serão substituídos pelo suplente Roberto Moses Thompson Motta, ex-diretor da GP Investimentos, fundada por Lemann, Sicupira e Marcel Telles, que continua no conselho.

O conselho da cervejaria delegou poderes de abrir, manter e fechar filiais, escritórios, depósitos ou agências de representação em qualquer parte do Brasil ou no exterior ao diretor geral para América Latina. João Castro Neves, atual presidente da subsidiária argentina Quimsa, é quem passa a ocupar esse cargo a partir desta quinta-feira, dia 1º de janeiro. No mesmo dia, Luiz Fernando Edmond, deixará a direção da América Latina da AmBev para comandar, junto com o americano David Peacock, a Anheuser-Busch InBev na América do Norte. Edmond terá um assento no conselho da AmBev e assumirá a presidência da InBev na América do Norte (EUA e Canadá). Peacock ficará no comando dos negócios da Anheuser-Busch.

(Lílian Cunha | Valor Econômico)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.