Tamanho do texto

Jean-Claude Juncker, primeiro-ministro de Luxemburgo, importante centro financeiro da Europa, declarou ter pelos banqueiros uma consideração próxima de zero, em uma entrevista concedida ao jornal francês La Croix.

"Tenho pela atividade de banqueiro exatamente a mesma consideração que os banqueiros têm pela minha, ou seja, próxima de zero", afirma nessa entrevista que será divulgada no sábado.

Jean-Claude Juncker é também ministro das Finanças de Luxemburgo e presidente do Eurogrupo, que reúne os ministros das Finanças da zona euro.

O primeiro-ministro, que pertence à corrente política democrata-cristã, tem se mostrado particularmente irritado com os meios financeiros e sua atitude depois da crise. "Vejam que aqueles mesmos que queriam macular os poderes públicos são os primeiros a recorrer a estes para que respondam à urgência", disse.

Jean-Claude Juncker deverá participar no sábado de uma mini-reunião de cúpula, convocada em Paris pelo presidente Nicolas Sarkozy, na companhia dos chefes de governo de Alemanha, Itália e Grã-Bretanha.

hr/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.