Tamanho do texto

"Passei anos no Facebook sacrificando minha alma e meu coração em inovar e empurrar os meios de comunicação adiante", disse

Randi Zuckerberg, irmã do criador do Facebook, Mark Zuckerberg, e que ocupava o cargo de diretora de mercado da empresa por trás da rede social, apresentou nesta quarta-feira sua carta de demissão para fundar sua própria companhia de comunicação.

"Passei anos no Facebook sacrificando minha alma e meu coração em inovar e empurrar os meios de comunicação adiante. Fizemos progressos incríveis, mas há ainda muito a fazer e outras formas nas quais eu posso intervir nessa mudança", disse a irmã de Mark Zuckerberg em sua carta.

Randi passou os últimos três meses de licença maternidade, um período no qual esteve afastada da rotina da rede social e que permitiu, segundo fontes do blog "All Things Digital", que ela refletisse sobre seu futuro.

"Agora é o momento perfeito para que eu saia do Facebook e funde uma companhia centrada nas emocionantes tendências que estão surgindo na indústria midiática", manifestou. Randi Zuckerberg fez parte da rede social de seu irmão quase desde o início e passará agora a ser a presidente de uma empresa que, segundo o blog, será chamada RtoZ Midia, um trocadilho com seu nome.

    Leia tudo sobre: Facebook