Tamanho do texto

De abril de 2011 a março deste ano, preço de ingressos de filmes, do estacionamento e da pipoca cresceram acima da inflação

selo

Preço para ingressos em sessões de cinema cresceu quase 9% em um ano
Getty Images
Preço para ingressos em sessões de cinema cresceu quase 9% em um ano
Ir ao cinema ficou mais caro nos últimos 12 meses. De abril de 2011 a março de 2012, o preço do ingresso para as sessões subiu 8,6%, superando a inflação do período, que foi de 5,5%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC/FGV). Os gastos que envolvem a ida ao cinema, como estacionamento e fast food, também colaboraram para tornar o programa todo em média 7,87% mais caro. As informações são de análise de sete itens feita pelo economista do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre/FGV), André Braz.

O que puxou a alta no programa de lazer, além do preço do ingresso, foi o estacionamento, com reajuste de 15,03%, seguido por fast food (8,36%), refrigerantes e água mineral (8,12%) e sorvetes (6,75%). Doces e salgados e bombons e chocolates foram os únicos itens analisados que apresentaram aumento inferior à inflação do período, com altas de 1,74% e 0,1%, respectivamente.

O preço da pipoca não faz parte do levantamento porque a pesquisa do IPC não acompanhou este item.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.