Tamanho do texto

Instituto prevê alta de 5,5% para o Produto Interno Bruto (PIB) no ano ante 5,2% de alta na estimativa anterior

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou hoje uma nova projeção de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) do País em 2010. De acordo com o órgão, a economia brasileira deve encerrar o ano com um crescimento de 5,5% ante 5,2% na projeção anterior.

Segundo o Ipea, o forte desempenho da produção industrial, que apresentou crescimento de 18,1% no primeiro trimestre, e o investimento público contribuíram para o desempenho positivo da economia, mesmo em um cenário de crise na Europa. Com isso, as perspectivas para 2010 sofreram alterações.

Para o período entre 2011 e 2015, a projeção do instituto para o desempenho do PIB permanece em 4,5%.

Além do PIB, o Ipea revisou as projeções para o desempenho de outros indicadores macroeconômicos. Em função do forte ritmo apresentado pela economia no início de 2010, a perspectiva para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi atualiza para 5,2% em 2010, ante 4,7% na projeção feita no primeiro bimestre.

A taxa de juros também foi corrigida para cima. Para o Ipea, a Selic deve encerrar 2010 em 11% ao ano. A projeção anterior apontava uma taxa de 10,28%.

Os números para as exportações sofreram uma ligeira alta, segundo o Ipea. O instituto prevê que as vendas ao exterior devem chegar a US$ 175 bilhões no fim do ano, em comparação ao desempenho de US$ 170 bilhões projetado anteriormente. As importações devem crescer e atingir US$ 160 bilhões ante a expectativa projetada no fim de fevereiro que apontava um resultado de US$ 155 bilhões para as compras externas no ano.

As projeções do Ipea constam do informe bimestral Sensor Econômico, divulgado hoje pela instituição, e foram elaboradas com base nas informações coletadas junto a 115 entidades ligadas a setores como indústria, agropecuária, serviços e comércio, além de entidades sindicais.

Projeções para a economia em 2010

Ipea revisa desempenho dos indicadores (em %)

Gerando gráfico...
Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.