Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou 0,16% na primeira leitura de outubro, conforme pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgada nesta quarta-feira. No fim de setembro, o indicador registrou deflação de 0,09%.

"Nesta apuração, seis das sete classes de despesa componentes do índice registraram acréscimos em suas taxas de variação", observou o organismo em nota. Habitação, por exemplo, saiu de um acréscimo de 0,24% no encerramento do mês passado para 0,34% no começo de outubro. Vestuário teve ampliação de 0,72%, seguindo elevação de 0,58%.

O grupo Saúde e cuidados pessoais teve alta de 0,23% e Transportes aumentou 0,13%. No fechamento de setembro, esses percentuais corresponderam a 0,19% e 0,10%, respectivamente. Educação, leitura e recreação verificaram leve mudança, de 0,11% para 0,12%.

Alimentação prosseguiu com deflação, mas o ritmo de queda abrandou - foi de um declínio de 0,97% para uma redução de 0,23%. Exceção, Despesas Diversas subiram menos, indo de 1,02% na leitura final de setembro para 0,86% no início deste mês.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.