Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) apurou em dezembro do ano passado elevação de 0,52%, abaixo da registrada na prévia do dia 22, de 0,61%. Com esse resultado, o índice fechou 2008 com alta de 6,07%, variação superior aos 4,6% apurados em todo o ano de 2007.

De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), responsável pelo cálculo do índice, o grupo de despesas que puxou a inflação de 2008 foi Alimentação, com alta de 10,15%. A menor variação de preços foi vista na categoria Transportes, de 2,78%. Os demais grupos também viram os preços subir: Saúde e cuidados pessoais aumentaram 6,27%, Educação, leitura e recreação registraram incremento de 5,77% e Despesas Diversas subiram 4,69%. Habitação ganhou 4,49% e Vestuário viu acréscimo de 2,92%.

Na medição final de dezembro, o grupo Alimentação subiu menos e contribuiu para a desaceleração do índice. A taxa dessa classe de despesas passou de 0,88% para 0,60%. Também desacelerou o ritmo de aumento nos grupos Habitação (0,44% para 0,36%), Educação, Leitura e Recreação (0,39% para 0,37%) e Vestuário (0,56% para 0,52%).

Por outro lado, da prévia do dia 22 para a de 31 de dezembro a inflação se acelerou nos grupos Transportes (0,57% para 0,72%) e Despesas Diversas (0,31% para 0,37%). O segmento de Saúde e Cuidados Pessoais repetiu a taxa de 0,71% de avanço nas duas medições.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.