Tamanho do texto

Governo amplia alcance de medida anunciada há duas semanas

O governo estendeu a alíquota de 6% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para empréstimos externos com prazo até cinco anos (1,8 mil dias). Até então, essa alíquota incidia sobre empréstimos de até três anos.

A medida está no decreto 7.698 da edição de hoje do Diário Oficial da União (DOU) e vale para contratações feitas a partir de hoje.

Preocupado com o excesso de dólares de investidores que buscam o Brasil como porto que assegura juros elevados em cenário de taxas em queda no resto do mundo, há duas semanas o governo começou a adotar medidas para reduzir esse fluxo.

A decisão do governo em ampliar o prazo não deve representar uma grande surpresa para o mercado, que tem trabalhado com a expectativa de novas medidas cambiais desde que o governo intensificou suas intervenções. 

O prazo da cobrança do IOF já tinha aumentado de 720 para três anos no início de março, depois que o Banco Central Europeu (BCE) começou a injetar bilhões de euros nos bancos europeus , aumentando a liquidez internacional. A nova medida cambial em tão pouco tempo sinaliza que o governo tem a expectativa de um fluxo de dólares ainda maior no País nas próximas semanas.

* Com AE e Valor Online

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.