Tamanho do texto

A inflação na cidade de São Paulo desacelerou, no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S). Os preços na capital paulista subiram 0,72% no indicador apurado até 31 de julho, ante alta de 0,88% observada no índice anterior, medido até 22 de julho.

A informação foi anunciada nesta segunda-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A a instituição divulgou os resultados regionais de inflação das sete capitais usadas para cálculo do IPC-S, sendo que, das sete cidades, todas apresentaram elevação menos intensa de preços, na passagem do IPC-S de até 22 de julho para o índice de até 31 de julho.

Além de São Paulo, é o caso de Porto Alegre (de 1,01% para 0,74%); Belo Horizonte (de 0,42% para 0,41%); Rio de Janeiro (de 0,36% para 0,22%); Salvador (de 0,77% para 0,67%); Brasília (de 0,71% para 0,59%) e Recife (de 0,48% para 0,27%).

Embora todas as cidades contribuam para cálculo do IPC-S, a capital paulista é a de maior peso na formação do resultado do índice. Na última sexta-feira (dia 1), a FGV informou que a inflação medida pelo IPC-S encerrou o mês de julho em 0,53%.

Leia mais sobre inflação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.