Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) no município de São Paulo aumentou 0,45% no final de julho. Assim, o indicador ficou abaixo da leitura registrada na terceira medição daquele mês, de 0,56%, e também inferior à marca verificada em junho, de 0,96%. Os dados são da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Despesas Pessoais tiveram a alta mais acentuada na pesquisa final de julho, de 1,19%. Na terceira prévia daquele mês, contudo, o grupo registrou elevação de 1,23%. Em seguida, apareceu Alimentação, com avanço de 1,07% depois de alta de 1,55% no levantamento antecedente.

No fechamento do mês passado, Saúde cresceu 0,56% e Transporte subiu 0,32% após acréscimo respectivo de 0,77% e 0,30% na terceira pesquisa de julho. Educação conservou aumento de 0,05%.

Em queda, figuraram Habitação e Vestuário, que anotaram baixa de 0,09% e 0,03%, na ordem. Na terceira quadrissemana de julho, contudo, esses recuos corresponderam a 0,11% e 0,13%.

De janeiro a julho deste ano, a inflação ao consumidor em São Paulo acumula alta 4,27%. Nos últimos 12 meses, a alta foi de 6,03%.

O IPC mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.

Com informações do Valor Online e Reuters

Leia mais sobre inflação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.