Tamanho do texto

SÃO PAULO (Reuters) - A inflação ao consumidor em São Paulo registrou uma pequena aceleração na segunda leitura de setembro, informou nesta quinta-feira a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação registrou alta de 0,52 por cento na segunda quadrissemana de setembro, frente ao avanço de 0,47 por cento na abertura do mês.

A maior alta do período veio do grupo Habitação, de 1,24 por cento, o que representou 78,61 por cento de toda a variação do IPC na segunda quadrissemana de setembro.

Na primeira leitura do mês, os preços do grupo Habitação subiram 1,18 por cento.

Outro grupo que contribuiu para a aceleração do IPC foi o de Despesas Pessoais, onde os preços avançaram 1,18 por cento, depois de terem subido 1,0 por cento no início do mês.

Os custos com Vestuário tiveram alta de 0,22 por cento, depois de terem caído 0,10 por cento na primeira quadrissemana.

Por outro lado, os preços do grupo Alimentação, que foram os principais responsáveis pelo avanço da inflação nos últimos meses, registraram novamente uma queda de 0,55 por cento, mesmo comportamento verificado na abertura de setembro.

O IPC mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.

(Reportagem de Renato Andrade)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.